BRB - Banco de Brasília

Você está em: Para Você»Empréstimos e Financiamentos»Linhas de Crédito»Crédito Rural

Crédito Rural

Um verdadeiro incentivo à atividade rural. Com o Crédito Rural do BRB, você encontra o financiamento que precisa para fomentar o desenvolvimento e o crescimento dos seus negócios. É o Banco de Brasília acreditando e investindo na força que vem do campo.

Objetivos

  • Estimular os investimentos rurais para a produção, extrativismo não predatório, armazenamento, beneficiamento e industrialização dos produtos agropecuários, quando efetuados pelo produtor na sua propriedade rural, por suas cooperativas ou por pessoa física ou jurídica equiparada aos produtores.
  • Favorecer o oportuno e adequado custeio da produção e comercialização de produtos agropecuários.
  • Fortalecer o setor rural.
  • Incentivar a introdução de métodos racionais no sistema de produção, visando ao aumento do padrão de vida das populações e à adequada defesa do solo.

 


Finalidades


CUSTEIO: Destina-se a cobrir despesas normais dos ciclos produtivos, tanto agrícolas quanto pecuários.

INVESTIMENTO: Visa cobrir as aplicações em bens ou serviços cujo desfrute se estenda por vários períodos de produção. Também engloba agricultura e pecuária.

COMERCIALIZAÇÃO: Modalidade voltada à cobertura de despesas próprias de fase pós-colheita da produção ou conversão em espécie dos títulos oriundos de sua venda ou entrega pelos produtores ou suas cooperativas.

Confira abaixo as linhas de crédito rural do BRB e solicite aquela que se adequa ao seu negócio. Procure uma de nossas agências que operacionalizam o Crédito Rural e converse com os nossos gerentes.


Veja também:

CUSTEIO AGRÍCOLA: concessão de crédito para financiar as despesas normais dos ciclos produtivos de lavouras periódicas e manutenção de lavouras permanentes.

1. BENEFICIÁRIOS
Produtores Rurais PF/PJ, inclusive suas cooperativas.

2. VALOR MÁXIMO A SER FINANCIADO
Até 1.320 mil por beneficiário/ano-safra.


3. LIMITE DE FINANCIAMENTO
Até 80%, de acordo com o porte do produtor rural, e até 20% em RPL (Recursos de Participação Livre).  


4. PRAZO
Até 24 meses, de acordo com o ciclo da cultura financiada.


5. TAXAS DE JUROS
8,50% a 25% a.a.


6. ITENS FINANCIÁVEIS
Adubos, fertilizantes e demais insumos necessários à implantação das lavouras e culturas.


CUSTEIO PECUÁRIO: Concessão de crédito para financiamento de despesas relacionadas à atividade pecuária (bovinocultura, suinocultura, avicultura, etc) - (Ex.: limpeza de pastagens; aquisição de sal, ração, medicamentos).

1. BENEFICIÁRIOS
Produtores Rurais PF/PJ, inclusive suas cooperativas.

2. VALOR MÁXIMO A SER FINANCIADO
Até R$ 1,320 mil por beneficiário/ano-safra.

3. LIMITE DE FINANCIAMENTO
Até 80%, de acordo com o porte do produtor rural, e até 20% em RPL (Recursos de Participação Livre).  


4. PRAZO
Até 12 meses, de acordo com a atividade.


5. TAXAS DE JUROS
9,50% a 25% a.a.


6. ITENS FINANCIÁVEIS
Despesas relacionadas à atividade pecuária (bovinocultura, suinocultura, avicultura, etc), tais como limpeza de pastagens; aquisição de sal, ração, medicamentos, e etc).



COMERCIALIZAÇÃO AGRÍCOLA:
 Financiar as despesas de pré-comercialização, desconto de notas promissórias rurais - NPR, duplicatas rurais(DR), Linhas Especiais de Crédito (LEC) e Empréstimos do Governo Federal - EGF.


1. BENEFICIÁRIOS
Produtores Rurais PF/PJ, inclusive suas cooperativas.


2. VALOR MÁXIMO A SER FINANCIADO
Até R$ 40 milhões, de acordo com a modalidade e as características próprias do beneficiário.


3. LIMITE DE FINANCIAMENTO
Até 80%, de acordo com o porte do produtor rural, e até 20% em RPL (Recursos de Participação Livre).  


4. PRAZO
Até 240 dias de acordo com a modalidade.

5. TAXAS DE JUROS
9,50% a 25% a.a.

6. ITENS FINANCIÁVEIS
Despesas de pré-comercialização, desconto de notas promissórias rurais - NPR, duplicatas rurais(DR), Linhas Especiais de Crédito (LEC) e Empréstimos do Governo Federal - EGF.


BNDES MODERFROTA: Financiamento para modernização da frota de tratores agrícolas e implementos asssociados a colheitadeiras.

1. BENEFICIÁRIOS
Produtores Rurais.

2. VALOR MÁXIMO A SER FINANCIADO
Até R$ 40 milhões por cliente na aquisição de equipamentos para preparo, secagem e beneficiamento de café. Para os demais equipamentos, não há limite.

3. LIMITE DE FINANCIAMENTO
Até 100% para beneficiários do PRONAMP e 90% para os demais.

4. PRAZO
Até 8 anos.

5. TAXAS DE JUROS
7,5% a.a.

6. ITENS FINANCIÁVEIS
Tratores e implementos associados, colheitadeiras e suas plataformas de corte; e equipamentos para preparo, secagem e beneficiamento de café.


BNDES MODERINFRA:
Financiamento para incentivo à irrigação e à armazenagem.

1. BENEFICIÁRIOS
Produtores Rurais.

2. VALOR MÁXIMO A SER FINANCIADO
Até R$ 2 milhões para projetos individuais e R$ 6 milhões para projetos coletivos.

3. LIMITE DE FINANCIAMENTO
Até 100%, de acordo com o item financiável.

4. PRAZO
De acordo com a atividade da empresa e do projeto técnico, podendo chegar até 12 anos, com carência de até 03 anos.

5. TAXAS DE JUROS

  • 7,5% ao ano (a.a.) para os financiamentos destinados à aquisição de itens inerentes a sistemas de irrigação; e
  • 8,75% a.a. para o financiamento dos demais itens.

6. ITENS FINANCIÁVEIS
Máquinas e equipamentos voltados para irrigação e armazenagem.

 

BNDES ABC: Financiamento que mitigue a redução das emissões de gases de efeito estufa oriundas das atividades agropecuárias, reduza o desmatamento, aumentar a produção agropecuária em bases sustentáveis, permita adequar as propriedades rurais à legislação ambiental, amplie a área de florestas cultivadas e estimule a recuperação de áreas degradadas.


1. BENEFICIÁRIOS
Produtores rurais (pessoas físicas ou jurídicas), e suas cooperativas, inclusive para repasse a cooperados.

2. VALOR MÁXIMO A SER FINANCIADO
Até R$ 2 milhão por cliente, por ano-safra. Este limite pode ser elevado para R$ 3 milhões quando se tratar de financiamento para implantação de florestas comerciais.

3. LIMITE DE FINANCIAMENTO
Até 100%.

4. PRAZO
Até 15 anos.

5. TAXAS DE JUROS
• 7,5% ao ano (a.a.) para produtores que se enquadrem como beneficiários do Pronamp; e
• 8% a.a., para os demais casos.

6. ITENS FINANCIÁVEIS
Elaboração de projeto técnico e outros itens vinculados ao projetos que esteja em conformidade com os empreendimentos apoiáveis.

 

FCO RURAL: Financiamento para custeio e investimento da atividade agropecuária


1. BENEFICIÁRIOS
Produtores rurais pessoas físicas e  jurídicas, associações e cooperativas de produtores localizados no Distrito Federal e RIDE (Exceto municípios de MG) e com Renda Bruta Anual de até R$ 16 milhões.

2. VALOR MÁXIMO A SER FINANCIADO
até R$ 990 mil/ tomador/ano

3. LIMITE DE FINANCIAMENTO
até 100%, dependendo do porte do produtor e do município onde será o empreendimento.

4. PRAZO
de acordo com o projeto e o enquadramento nas linhas do FCO – podendo chegar até 15 anos

5. TAXAS DE JUROS

Investimento:  7,65% aa (*)
Custeio: 8,82% aa (*)

(*) com bônus de adimplência de 15% - Investimento (6,5025%) e Custeio (7,497%)

6. ITENS FINANCIÁVEIS
Todos os bens e serviços necessários ao empreendimento, ressalvadas as vedações estabelecidas na Programação Financeira do FCO, item 2.1.


AGÊNCIAS DO BRB QUE OPERACIONALIZAM O CRÉDITO RURAL:

  • Ag. Brazlândia;
  • Ag. Ceasa;
  • Ag. P-Sul;
  • Ag. Formosa;
  • Ag. Alexânia;
  • Ag. Luziânia;
  • Ag. Planaltina;
  • Ag. São Sebastião;
  • Ag. Taguatinga Centro;
  • Ag. W3 Sul ;
  • Ag. Unaí.


DIREITOS DO PRODUTOR

  • Exigir assistência técnica durante a vigência da operação, quando contratada;
  • Ter prorrogação de seus vencimentos, quando amparado pelo MCR 2.6.9;
  • Ter os comprovantes de pagamentos das parcelas;
  • Ter uma cópia do instrumento de crédito;
  • Ser informado quando do deferimento ou indeferimento de seus pleitos;
  • Obter informações referentes aos seus financiamentos.


DEVERES DO PRODUTOR

  • Apresentar a nota fiscal ou comprovante de aquisição dos equipamentos, maquinários, insumos, ou animais adquiridos com o financiamento até o 30º dia da liberação do crédito;
  • Comunicar ao banco, por escrito, anormalidades na condução da operação, tais como: adversidades climáticas prejudiciais ao empreendimento (chuva, seca, granizo), doença e mortalidade de animais, dificuldade de comercialização, entre outras que se ache necessário;
  • Manter em sua posse e em perfeitas condições as garantias oferecidas e ainda ter ciência de que não poderá vende-las sem anuência prévia do banco;
  • Manter em dia o pagamento das parcelas;
  • Exigir da assistência técnica pelo menos três laudos em cada ano da vigência da operação e comunicar ao banco a substituição do assistente ou possíveis problemas de relacionamento;
  • Comunicar ao banco, formalmente, a alteração de empreendimento ou alteração de loclização do empreendimento relatando os motivos;
  • Manter em dia o seguro obrigatório dos maquinários e equipamentos durante a vigência do financiamento;
  • Afixar os brincos identificadores nos animais bovinos adquiridos com o financiamento, quando for o caso.


CONDIÇÕES GERAIS:
Para ter agilidade na análise do seu processo, é importante que o produtor apresente a completa documentação necessária. A falta ou atraso na entrega dessa documentação pode implicar morosidade no trâmite e até no indeferimento do pleito.

72

Razão Social: BRB - Banco de Brasília SA | CNPJ: 00.000.208/0001-00 | Endereço da Sede: SBS Qd. 01, Bl. E Ed. Brasília - Brasília/DF - Cep: 70.072-900